Tudo o que precisa de saber para comprar um carro usado
Partilhar
0 Partilhas
Clique para ver mais...

Créditos da Imagem Autor:

Com o mercado de automóveis aquecido, muitas pessoas estão cada vez mais conseguindo realizar o sonho da compra de um veículo. Atualmente, o mercado de veículos seminovos ou usados está cada vez mais atraente, porém, antes de concretizar o negócio, o comprador deverá tomar algumas atitudes e providências para que o veículo que tenha adquirido não torne o seu sonho em pesadelo.

Por mais que você tome cuidado, adquirir um carro usado sempre tem seus riscos: não há como saber a durabilidade do veículo e as taxas aplicadas pelos bancos para o financiamento do carro, geralmente leva o comprador a fazer uma dívida maior do que possa arcar, com isso, muitas vezes o veículo acaba sendo retomado pelo banco. Para evitar esses tipos de surpresas indesejáveis, seguem algumas dicas que devem ser consideradas pelas pessoas que desejam adquirir um carro usado, confortável, seguro e a um preço acessível.

Carro conhecido

Procure adquirir o veículo de uma pessoa próxima, geralmente os riscos são menores e, em caso de algum problema, você saberá a quem recorrer. Se isso não for possível, informe-se em sites e revistas especializadas em veículos sobre os modelos mais desejados, essas fontes costumam noticiar e avaliar tudo sobre determinados veículos.

Test drive é fundamental

Procure sempre antes de fechar o negócio, fazer um test drive no veículo. O teste não será o suficiente para uma compra segura, mas ele irá fornecer informações a respeito do veículo desejado, como a presença de ruídos, questões de dirigibilidade e segurança, defeitos escondidos no veículo. Se tiver a oportunidade durante o test drive, leve o veículo em um mecânico de confiança que possa avaliar seu estado de conservação e funcionamento.

Qual a origem do carro?

Verifique o mercado do carro usado que você pretende adquirir, alguns veículos são difíceis de serem vendidos posteriormente, carros com cores extravagantes costumam ficar encalhados nos pátios das lojas. Já os veículos brancos ou amarelos costumam deixar a suspeita que foram usados como táxis. O mercado também gera bastante preconceito com carros oriundos de leilões, locadoras ou com históricos de acidentes graves, geralmente esses veículos já foram bem rodados e muitas vezes mal conservados. Verifique se o carro usado que deseja não saiu de linha, geralmente o custo de manutenção e a oferta de peças para esse tipo de veículo é bem mais alto e trabalhoso.

Carro molhado não vale

Cuidado para não comprar um carro usado vítima de enchente: o mau cheiro dentro do veículo é um grande indicador de que foi vítima de enchente, a água penetra nos estofados e carpete e não seca facilmente. Procure no motor por peças e parafusos enferrujados; cheque o funcionamento de toda parte elétrica; verifique o óleo do carro, se estiver esbranquiçado é claro sinal de mistura do óleo com a água; leve o veículo em uma oficina e olhe-o por baixo, geralmente a sujeira da enchente fica presa no fundo do carro.

Carro usado, mas não roubado

Um importante passo na compra de um carro usado é descobrir o seu passado: verificar se o veículo que deseja comprar não é fruto de um roubo é extremamente importante. Geralmente, as concessionárias já fazem esse estudo e garantem a procedência do veículo. Se você for comprar o veículo de uma pessoa física, você deverá fazer uma vistoria antes de concretizar o negócio. Cheque os números do chassi, vidros e placas e compare-os com o documento do veículo; verifique se a placa é verdadeira, se não existem multas ou outras pendências com o carro usado. Procure analisar friamente a questão documental do veículo, pois, se o mesmo for fruto de roubo você estará assumindo sérias questões, podendo perder todo o dinheiro envolvido na negociação e em casos extremos acabar respondendo pelo roubo junto à justiça.

Um carro batido pode ser um mau negócio

Verifique se o veículo não foi danificado em colisões graves: a pintura é a chave para detectar se o carro foi batido, verifique se há diferenças de tonalidades ou respingos em borrachas; verifique se há simetria entre as portas, os parachoques e o teto; verifique a presença de ondulações e pequenos amassados na lataria. Se, mesmo após a verificação ficar com dúvidas, procure um centro especializado para vistoria e análise do veículo.

Estado geral do carro usado

Analise o estado geral do carro usado. Muitas vezes, por descuido do atual proprietário, o veículo encontra-se em péssimo estado de conservação: procure pontos de ferrugens em cantos e debaixo das guarnições ou do assoalho; verifique se o carro possui alguns itens obrigatórios como extintor, macaco, triângulo de sinalização, chave de rodas e estepe em condições de uso; veja se há vazamento ou queima de óleo; verifique as condições dos amortecedores e da suspensão.

Checklist obrigatória

Antes de fechar sua compra você deverá analisar esses e outros quesitos no veículo para determinar se sua compra será vantajosa – o ideal é fazer toda a análise criteriosamente, seja na questão mecânica, elétrica, de documentos e de manutenção. De qualquer maneira, seguem alguns outros quesitos básicos que você deverá analisar antes de comprar o carro:

  • Antes de adiantar qualquer valor financeiro, verifique o veículo e faça a checagem dos documentos
  • Forneça seus dados apenas pessoalmente
  • Cheque as datas de fabricação do motor e dos cintos de segurança e confronte-os com o documento do veículo
  • Preste atenção nos estados dos pneus, do estofamento e dos pedais, veja se são compatíveis com a quilometragem informada no painel do veículo
  • Analise os bancos do veículo, bancos soltos, rasgados ou quebrados são péssimos sinais
  • Procure analisar o veículo em dias ensolarados, as gotas de chuva podem mascarar ondulações nas latarias
  • Forração solta pode indicar que a lataria precisou ser mexida
  • Soldas originais no veículo são pontilhadas, se você encontrar solda contínua desconfie, pois, pode tratar-se de veículo batido
  • Evite carros sinistrados ou REM (chassi remarcado) no documento, esses veículos apresentam queda de cerca de 30% no valor
  • Desconfie do farol mais novo em apenas um lado, isso significa que o dono só realizou a troca do produto afetado
  • Verifique o estado do hodômetro, muitas vezes, na adulteração ele é trocado
  • Desconfie sempre de preços muito baixos e vantagens milagrosas
  • Verifique questões técnicas como número da placa, cor e tipo de combustível com o que está descrito no documento do veículo
  • Confira a numeração do chassi, normalmente próximo ao motor, em todos os vidros do carro e em etiquetas localizadas no interior do veículo
  • Evite documentos e notas fiscais enviadas através de fax
  • Exija que o documento esteja em nome do vendedor

Negócio fechado

Com essas dicas, você poderá analisar friamente o carro usado que deseja comprar e realizar uma boa compra. Se você puder, leve o veículo em um mecânico de sua confiança ou em uma oficina especializada em serviço de vistoria de veículos, para que o carro usado seja avaliado por profissionais capacitados e suas dúvidas sejam respondidas pelos mesmos. Nunca se empolgue e feche a compra de um veículo sem a apreciação adequada do produto que esteja adquirindo, pois, num futuro próximo, seu sonho de ser proprietário de um veículo pode virar um pesadelo e acabar deixando o preço final de sua compra muito mais elevado. Pense nisso, assim você e sua família poderão desfrutar do carro tão desejado, terão a certeza de que fizeram um bom negócio, e lembre-se, você e sua família serão transportados nesse carro, portanto, nada mais adequado que o veículo que comprou seja confortável e, acima de tudo, seguro. Aproveite as ofertas disponíveis e boas compras.

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as novidades por email!

Cromossoma Y