A linguagem corporal que o fará ter sucesso nos negócios
Partilhar
0 Partilhas
Clique para ver mais...

Todos os homens de negócios sabem que a linguagem corporal é essencial no mundo dos negócios – é como no póquer, a linguagem corporal faz parte da estratégia. De nada adianta estar a dizer que sim a alguém quando a sua expressão facial e corporal dizem não. A linguagem corporal é fundamental para complementar a verbal, mesmo que não esteja a falar, você está sempre a comunicar de forma não-verbal. Você pode usar esta informação nos negócios e dessa forma ser um profissional ainda melhor e mais válido.

Use o contacto visual

Quando marca uma reunião com alguém, especialmente com alguém que não conhece, tenha em atenção que este ato significa um ato de boa-fé de ambas as partes. Para tal, é essencial que seja mantido um bom contacto visual, ou seja, um olhar de confiança. Mas um bom contacto visual não significa um olhar fixo nos olhos de outra pessoa sem pestanejar, porque isso pode simplesmente transformá-lo em alguém estranho e ameaçador. O foco de um bom contacto visual é olhar para os olhos da outra pessoa quando ela estiver a falar para si, desta forma a outra pessoa não assumirá que o que está a dizer é desinteressante para si.

Mantenha uma boa postura

Mantenha uma postura ereta, os ombros para trás mostram confiança, porque mostra o seu peito descoberto, sinal que nada tem a esconder. Se estiver de braços cruzados, pode demonstrar que está intimidado ou em postura defensiva. As mãos nos bolsos mostram que pode ter algo a esconder ou que está nervoso. Os seus braços devem estar na lateral, caídos de forma descontraída. Esta postura fá-lo parecer relaxado e deste modo confiante.

Treine um bom aperto de mão

Um bom aperto de mão é fundamental, e nunca é demais frisar isso. Um aperto de mão certo com um bom contacto visual é fulcral. O aperto de mão significa não só uma saudação mas também um gesto de confiança. Embora existam diversos tipos de apertos de mão, muitas pessoas acreditam que um aperto de mão diz muito sobre a pessoa. O melhor aperto de mão é um aperto firme mas sem magoar a mão de quem cumprimenta, deve ser breve e, claro, sem mãos suadas! Para ter um bom aperto de mão pratique-o.

Mantenha o olhar ao mesmo nível

Olhar para o teto ou para o lado enquanto fala pode parecer que está a dizer algo suspeito, sendo negativo para a sua imagem. Algumas pessoas assumem que este comportamento é sinal de mentira, algo que seguramente não deverá querer transmitir. Mantenha o olhar ao nível da outra pessoa, senão tudo o que está a dizer pode ser em vão. Se é tímido e gosta de falar com o olhar no chão, treine, e evite esse tipo de comportamento. O olhar para o chão para além de ser algo que lhe retira o poder, pode também ser considerado uma mentira, por isso, evite este comportamento. Treine!

Domine o espaço

Depois de ter estabelecido uma posição na sala, assuma isso como o seu território. Este espaço pode ser expandido se você se mostrar confiante e em controlo, especialmente se puder mover-se nesse espaço. Se alguém “invadir” essa área, não permita que essa pessoa o intimide ou diminua o efeito da sua presença. Pense que esse território é seu e, como tal, é dono dele e que ninguém o intimida nesse espaço.

Não use demasiados gestos manuais

Demasiados gestos podem ser sinal de nervosismo. Gesticular não é educado e pode ser confundido com nervosismo. Estalar os dedos, esfregar as mãos, bater com as unhas em cima da mesa, mexer no cabelo, tocar na cara ou no nariz, bater o pé, tremer a perna, não saber o que fazer com as mãos, mudando-as de local constantemente é um grande não, porque pode ser confundido com tédio ou nervosismo. Este tipo de comportamento acontece inconscientemente para que se distraia de uma situação embaraçosa ou desconfortável, por isso, pratique o auto controlo.

Antes de sorrir seja sério

Um sorriso pode ser uma boa arma, mas pode guardar esse trunfo para o momento certo. Se usar um sorriso mais tardio, mostrará que tem confiança e que está em controlo da situação. A ideia aqui é que deve esperar por ser agradado em vez de tentar agradar. Espere para sorrir até estar confiante, desta forma o seu sorriso não parecerá nervoso.

Mexa-se com confiança

A forma como se mexe mostra a sua confiança, e como as pessoas percebem a sua competência. Se não hesitar nos seus movimentos não parecerá que duvida de si mesmo. Se algo corre mal ou se chocar com outra pessoa, ou até se cair, sacuda-se, ande em frente e mantenha uma atitude de confiança. Desta forma não parecerá que duvida de si. Ao não hesitar nos seus movimentos não dará sinal de fraqueza – por isso, ficar irritado ou embaraçado não é solução.

Respeite o espaço pessoal

Cada pessoa e cultura têm o seu espaço pessoal demarcado, por exemplo, os povos de regiões mais quentes têm um espaço pessoal menor do que aqueles provenientes de países mais frios. Por isso, nem fique demasiado perto da pessoa com quem está a conversar, nem demasiado afastado. O espaço pessoal deve ser bem entendido e respeitado. Se a pessoa se inclinar para si, isso mostrará interesse, mas se estiver demasiado perto da pessoa, isso causará desconforto. Se a pessoa ou você se inclinar para trás, isso será sinal de desinteresse e desconfiança. Por isso, respeitar o espaço pessoal e mostrar interesse é essencial, bem como ler na outra pessoa os sinais que indicam essa forma de estar.

Controle as expressões faciais

 A sua voz pode dizer uma coisa, mas se a sua expressão facial disser outra, você perde credibilidade. Isto porque embora a outra pessoa esteja a escutar o que você diz, ela estará a olhar para a sua face. Se não estiver consciente das suas expresses faciais, poderá estar a dizer mais do que pretende. Ao torcer a sua boca ou cerrar os seus lábios, dará a impressão que está a esconder algo. Um sorriso mostra que está satisfeito, mas se os seus olhos não sorrirem, também essa expressão poderá ser vista como falsa.

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as novidades por email!